No ar:
00:00 - Madrugada Maisnova
Proximas
atrações:
04:00 - Ta na Hora
06:00 - Despertador
08:00 - Plugado da Manhã

Mensagemdo dia

O relógio de sol

“Luzes e sombras sempre fizeram parte da caminhada. Saber lidar com tais situações supõe maturidade e criatividade”

O relógio de sol trata-se basicamente de um disco com as horas gravadas e uma haste fixada perpendicularmente. Quando os raios do sol incidem sobre a haste, a sombra desta projeta-se na superfície do disco indicando, assim, a hora. Logicamente, sem sol não se pode saber as horas, nesse relógio. Os primeiros relógios de sol foram usados na pré-história e eram simples hastes fincadas no chão. Com o passar do tempo, foram se tornando mais adequados e incrementados.

O relógio de sol foi muito usado pelos gregos e romanos antigos, e seu ápice foi durante a Idade Média. Naquela época, quase todas as catedrais e igrejas tinham um relógio de sol para regular o momento das orações. Ao longo do ano, a hora solar pode ser um pouquinho diferente da hora marcada nos relógios convencionais. Isso porque o movimento da Terra em torno do Sol não é uniforme – pode ser mais rápido ou mais lento conforme a época do ano. Assim, em alguns dias, a hora indicada pelo relógio solar pode estar mais adiantada e, em outros, mais atrasada que a hora oficial. Com o surgimento dos primeiros relógios mecânicos, os relógios solares começaram a cair em desuso. Hoje, eles praticamente só são vistos enfeitando praças e museus.

O ser humano é portador de luz. Quando a escuridão existencial chega, dificilmente consegue dar conta dos dias. Além disso, é capaz de infinitos registros: nenhum acontecimento passa despercebido. Alguns relógios de sol trazem em seu disco a seguinte inscrição: ‘eu registro apenas as horas em que o sol brilha.’ Se os humanos não gastassem tanto tempo registrando tristezas, perdas, fracassos, decepções, a vida seria muito diferente. Até os diálogos parecem privilegiar muito mais tropeços e tragédias do que acertos e vitórias. Os registros positivos engrandecem os sonhos e possibilitam esperança.

Luzes e sombras sempre fizeram parte da caminhada. Saber lidar com tais situações supõe maturidade e criatividade. Tudo pode ser transformado. Para tanto, é preciso persistência, capacidade de se recompor, foco na meta a ser alcançada, atenção aos pequenos detalhes do cotidiano. O sol continua brilhando, apesar das nuvens que tentam encobrir seus raios. Da mesma forma, o coração humano é capaz de continuar pulsando, mesmo em meio às dificuldades e acontecimentos. Que os registros possam privilegiar conquistas e realizações.

Texto extraído do Jornal Correio Riograndense, edição do dia 22 de outubro de 2014.

Olhar à vida - O relógio de sol, do Frei Jaime Bettega.

Acessar

queremos sabersua opinião

Qual aplicativo de troca de mensagens voce usa?
  • ICQ
  • Whatsapp
  • Skype
  • iMessenger
  • WeChat
  • Bate papo Facebook
  • Hangouts
votar
ver resultados
você repórtermaisnova
Mande suas fotos e vídeos e vire notícia na Maisnova!

confira osvídeos da semana

Cris Cab - Liar Liar
Vane K - Não Precisa
Loubet - Insana
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

twitter maisnova

faça parte :)

rede maisnova

Cadastre-se e faça parte da Rede MaisNova FM
cadastrar
Já possuo cadastro Rede MaisNova FM
CPF
Senha
Esqueceu sua senha?